Quem está ligado

Temos 25 visitantes e sem membros em linha

Requisição de Anilhas

cobl requisitar anilhas

Entrevista ao Criador

Tiago Jesus
Canários
Cor e Porte


tiago jesus stam 548l 01

Expo-Ave 2016

cobl15 m

De Almeida José

Entrevista ao nosso sócio
De Almeida José
Residente em Zurique - Suíça

almeidajose 01

Criador de Exóticos

Entrevistador – Tóni Duarte
Entrevistado – De Almeida José

Esta entrevista foi realizada em solo Italiano, aquando da nossa visita à exposição de Réggio Emilia

1. À quanto tempo és sócio do clube?
Penso que sensivelmente dois anos.

2. Que tipo de aves crias e quais as que mais te fascinam?
Neste momento crio perdizes e diamantes de gould, mas os que me dão mais gozo criar, são sem duvida nenhuma os diamantes de gould .

3. Alguns concelhos para os principiantes na criação de diamantes de gould?
Devem comprar os diamantes de gould , em criadores com bastante experiência , para que possam tirar dúvidas , e não se eludirem por qualquer diamante de gould que não conheçam. Devem começar por criar aves de qualidade e não comprarem aves sem qualidade nenhuma , só por serem mais baratas. Depois o resultado da criação, entre um casal de qualidade e outro sem qualidade, será enorme .

4. Sei que já participaste em muitas exposições, quer na Suíça, quer a nível internacional, qual a tua experiência em relação à participação nessas mesmas exposições?
Em minha opinião ao participar nas exposições , ganhamos mais experiência, conhecemos grandes criadores, com quem poderemos tirar dúvidas , e ainda poderemos adquirir novos passarinhos, para reforçar o nosso plantel.

almeidajose 025. Por aquilo que me tens contado, os teus diamantes de gould é que criam as suas crias , tendo eu conhecimento que muitos criadores tiram os seus diamantes com os Bengalins do Japão , qual é a tua opinião sobre esta situação?
Em minha opinião os casais diamante de gould , deveriam criar os seus próprios filhos , caso estes não consigam, o criador deverá tentar arranjar outras aves, até acertar com os casais que consigam alimentar os seus próprios filhos. Os criadores ao adquirirem os diamantes de gould, deverão certificar-se se esse criador utiliza o sistema dos próprios pais alimentarem os próprios filhos. Em minha opinião, diamantes de gould alimentados por pais adoptivos nunca serão de grande qualidade .

6. Qual a tua opinião, sobre os criadores que não costumam participar nas exposições?
Em minha opinião acho que os criadores devem participar, pois só participando é que vem a adquirir mais experiência e conhecimentos.

7. Sei que não tens participado nem visitado a nossa exposição, pois resides na Suíça, mas também sei, que tens tido conhecimento através de alguns colegas teus emigrantes aqui na Suíça , que já nos honraram com a sua visita, sobre a qualidade das nossas exposições, queres descrever as suas opiniões?
O que eles me têm dito, é que realmente é uma exposição de grande nível e qualidade . Em relação à direcção só dizem bem , pois têm feito um grande esforço para que de ano para ano, o nível da exposição melhore.

8. Qual a tua opinião sobre a temperatura, na criação dos gould ?
O diamante de gould é um pássaro exótico originário da Austrália, e normalmente na Austrália , eles começam a criar no inicio de Dezembro ( que é lá a primavera), eu aqui na Suíça, costumo acasalá-los no fim de Novembro e os filhotes nascem mais ou menos nos meados de Dezembro, que é para estarem prontos para a época de exposições , pois eles demoram entre sete a oito meses a mudar a pena. Em relação à temperatura à quem diga que os diamantes de gould não suportam as temperaturas baixas, isso é mentira , claro está que se a ave está habituada a uma temperatura de 28º e a pusermos a uma temperatura de 1a a 2º , é claro que morre. Em minha opinião, as aves devem estar em temperaturas normais e não com aquecimento. Pois posso-vos dizer que neste momento na Suíça em Zurique estão 5º negativos e as minhas fêmeas estão cá fora à temperatura normal, e até agora ainda não me morreu nenhuma , portanto é bom de ver que se as aves estiverem habituadas a temperaturas baixas, não à qualquer problema. Em relação à criação ,o que eu aconselho é que a temperatura esteja entre os 22º e os 24º , e que não haja uma grande variação de temperatura e correntes de ar.

almeidajose 039. Tenho a informação que já participaste em vários mundiais com diamantes de gould, quais as pontuações nesses mesmos mundiais?
No mundial da Bélgica fiquei em 1º lugar com 92 pontos, em Portugal fiquei em 3º lugar com 89 pontos e em França fiquei em 3º lugar com 90 pontos.

10. O clube têm uma página na Internet como é do teu conhecimento, qual é a tua opinião sobre esta iniciativa ?
Acho que foi uma óptima ideia desta direcção, pois é um meio de se poder tirar duvidas e ficar-se a conhecer todas as actividades do clube.

11. Tu como criador de diamantes de gould, aconselhas os criadores a criar várias raças ou a aperfeiçoar-se numa única raça?
Eu quando comecei a criar também cai no erro de criar com muitas raças, mas depressa verifiquei que estava enganado, pois acabaria por não me especializar em nenhuma. Dediquei-me então à criação de goulds, tendo- me informado com grandes criadores, adquiri então três bons casais a esses mesmos criadores . O conselho que eu vos posso dar é que comecem com poucos casais, mas que sejam bons.

12. Sei que é muito difícil vires a fazer parte de uma direcção do nosso clube, com muita pena nossa, pois estás radicado na Suíça , mas gostaria de saber qual o teu conselho para futuros directores?
São poucos, é só adoptar os caminhos que vocês estão a seguir , e que sejam pessoas trabalhadoras, honestas e cumpridoras dos seus afazeres , para que possam levar o nome do clube o mais longe possível .

13. Em relação à gripe das aves, qual a tua opinião?
Eu na minha opinião, já ouvi noticias de vários lados e digo que é um alarme exagerado, não digo que não haja qualquer coisa. Porque é normal nos países quentes existirem aquelas doenças , gripes entre outras , mas isso sempre ouve.
Acho que é mais um negócio do que outra coisa, isto é a minha opinião.

14. Foi muito mau em termos de exposições, mesmo a nível internacional , sabemos que à países que fizeram exposições e outros que as cancelaram, aliás acabamos de ver ontem uma, em Reggio Emilia , e em termos de publico ainda assim teve muitos visitantes , o que é que pensas?
Eu a esta exposição em Réggio Emilia , conforme vocês viram, eu já venho a esta exposição à cerca de oito a nove anos, e este ano por causa desta situação da gripe das aves, tive bastante medo, porque fiz-vos o convite para virem ver este evento, tinha mesmo orgulho que vocês viessem, e até à ultima hora tive sempre medo que ela fosse anulada. Posso afirmar-vos que na Alemanha foram todas as exposições canceladas, tal como na Espanha. Na suíça, não foi nenhuma cancelada, e aqui, em Itália poucas foram as canceladas. Tal como vocês viram ontem, foi uma exposição aonde havia de tudo, os criadores eram os mesmos só o publico é que era menos, mas mesmo assim os pavilhões estavam cheios . Em conclusão, foi um alarme exagerado.

Entrevistador – Tóni Duarte

Esta entrevista realizou-se em solo Italiano, graças ao convite feito pelo José, para que nós ( Tóni , José Carvalho, Luís Amante e Altino Silva) , viéssemos ver esta magnifica exposição. Da nossa parte , o nosso muito obrigado .

Em meu nome e em nome da direcção do clube , agradeço a tua disponibilidade em nos ter concedido esta entrevista